Arquivos fotografia — Meu Jardim Interior

ENCONTRO DE FOTOGRAFIA ANALÓGICA

10 • 09 • 2017

Conheci a Com Lola há um tempão pelo Instagram e de cara me encantei pelos produtos fofos. Acontece que durante um bom tempo acabei quase não vendo mais as notícias no meu feed, acho que por conta dessas mudanças do Insta e o fato também de eu seguir muita gente.

Até que um tempinho atrás me deparei com um post falando sobre o mutirão que eles fariam para preenchimento de Lolas e Dôdus (bonecos de pano) para doação a crianças que estão em situações de risco. Pois, a Com Lola é um negócio social e, a cada produto que você compra, eles doam uma Lola (ou Dôdu) para essas crianças. Achei a proposta sensacional, porém o dia do mutirão já havia passado… Com isso, decidi que ficaria ligada no insta deles para que quando houvesse de novo eu fosse participar.

Então semana passada elas (as donas da Com Lola: Tania e Emika) divulgaram que neste sábado (09.09) fariam um encontro de fotografia analógica, no ateliê delas que fica em Perdizes. A proposta era você levar um filme 35mm que elas emprestariam uma câmera.

Por isso, acordei cedinho no sábado e fui comprar o filme, pra depois ir para o ateliê. E acontece que, chegando lá, tivemos muito mais do que uma tarde de fotografia.

Eu cheguei e já fui recebida com muita atenção pelas donas. E me envolvi em um bate papo reflexivo que me fez pensar e repensar sobre várias coisas. A conversa simplesmente fluiu. Desconstruímos algumas ideias, para construirmos novos pensamentos.

E após essa conversa deliciosa, fomos instigadas a fotografar pelo ateliê e pelo jardim que fica no fundo dele. Mas além disso: fomos instigadas a refletir. A deixar o mundo lá fora exatamente do lado de fora e a olhar para dentro. E decidi compartilhar minhas fotografias (as que tirei com a câmera digital e o celular, pois ainda não deu tempo de revelar meu filme) e minhas reflexões com vocês <3

WhatsApp Image 2017-09-10 at 00.56.23

Fazia tanto tempo que eu não tirava fotos com uma analógica, que eu estava ansiosa. Desde criança sou apaixonada por fotos e câmeras. Porém, eu quebrava todas as câmeras da minha mãe, a ponto de ela esconder de mim, rs.

WhatsApp Image 2017-09-10 at 00.56.23 (1)

A Com Lola nos incentivou a não tirar fotos só por tirar, mas a construir histórias e compreender cenários juntamente com a fotografia. E eu não sei vocês, mas estou sempre buscando ser uma pessoa melhor. Tropeço muito durante o caminho, mas mudar hábitos, pensamentos e tudo que eu não considero bom em mim ou acredito ser passível de melhorias, me empolga.

WhatsApp Image 2017-09-10 at 00.56.23 (5)

Como não se apaixonar?

WhatsApp Image 2017-09-10 at 00.56.23 (4)

WhatsApp Image 2017-09-10 at 00.56.23 (6)

Apaixonada sim ou claro por essa câmera?! Não vejo a hora de ver as fotos reveladas!

Agora vou compartilhar com vocês algumas fotos e minhas reflexões acerca delas 🙂

IMG_3406

Plantas, jardim… tudo isso me lembra minha vó Corina. Cresci vendo o amor dela pelas plantas e isso tudo me trás uma nostalgia gostosa. Começo a lembrar de alguns momentos da minha infância e bate aquele sentimento de saudade no coração…

IMG_3411

Esse quadro me lembrou de que eu tenho que fazer algo para melhorar o mundo. Sempre. Mesmo que pequeno. Aliás, eu sempre tenho várias ideias mirabolantes para ajudar as pessoas, mas sempre fica no bloco de notas, sabe? Porém a gente não pode esquecer que em 1 minuto podemos mudar a vida de alguém. E afinal: estamos fazendo nada, algo bom ou algo ruim? Temos sempre que colocar nossas ações na balança… Porque tudo que fazemos tem uma consequência.
P.S.: Essa boneca é a Lola!

IMG_3421

Não resisti à essa câmera maravilhosa e fotogênica

IMG_3429

Essa é a Tania!

IMG_3434

Essa é a Emika!

IMG_3432

Juro que a primeira coisa que vão desejar quando pisarem nesse jardim, é ter uma casa com jardim. Eu já estou desejando a minha…

WhatsApp Image 2017-09-10 at 00.56.23 (7)

Com direito a um café da tarde, no jardim, com pessoas que eu gostei muito de ter conhecido.

IMG_3409

 E eu gostaria de finalizar o post dessa forma. Te perguntando: você está precisando regar seu jardim? A gente passa nosso tempo se preocupando com tantas coisas que não importam realmente e deixamos de lado nós mesmos! Nosso jardim é nossa alma, mas também é todas as pessoas que temos por perto. Você tem tido uma boa relação consigo mesma? E tem alimentado suas amizades?
Você tem cuidado da sua mente, corpo e coração? Tem frequentado lugares e vendo pessoas que fazem você se sentir leve? Você tem ouvido seu coração?

Espero sinceramente que sim!
Aliás… sente meu abraço aí do outro lado da tela. Porque eu me sinto amiga de vocês <3

Com amor,  Li.

P.S: Para quem quiser visitar o ateliê da Com Lola, ele fica na Rua Caraíbas, 397 – Perdizes

Postado por Lilian

PHOSFATO

20 • 07 • 2016

IMG_2799

Eu sou completamente apaixonada por fotos estilo Polaroid. Tanto que quem me acompanha nas redes sociais já deve ter visto foto da Lilo, minha Instax Mini 8. Quando eu descobri o Instagram da Phosfato, fiquei encantada.

Mas o que eles fazem, afinal? Eles fornecem um plano de assinaturas com 3 planos diferentes: o mini com 6 fotos, o smart com 9 e o elephant com 12. Todos eles vêm acompanhados de um porta retrato que você mesmo monta.

Mas como escolho as fotos? Você carrega seu Instagram no site deles e outras fotos das quais gosta e, mensalmente o sistema deles seleciona a quantidade de fotos adquirida no seu pacote. Sendo assim, as fotos chegam de surpresa na sua casa.

Além disso, os planos são super em conta: o mini é 12,90, o smart 17,90 e o elephant 20,90. Achei a ideia deles sensacional, com um ótimo custo-benefício. Além do fato de que essas fotos ficam incríveis na decoração, né?!

Então assinei o pacote elephant mês passado para testar e estou aqui, apaixonada. <3

IMG_2808IMG_2810IMG_2809

O que acharam dessa dica?

Com amor, Li.

Postado por Lilian
Nas tags: /

UMA ILHA EM SANTA CATARINA

01 • 06 • 2016

DSC_0268

Era uma vez uma ilha encantadora em Santa Catarina. O nome dela? São Francisco do Sul. Eu já ouvia falar muito bem da querida São Chico, pois uma amiga minha morava lá. Então, em março deste ano combinamos de eu viajar pra lá e passar o feriado da Sexta Feira Santa com ela.

Lá fui eu. Primeiro perrengue do dia: perdi, pela primeira vez na vida, um vôo. Liguei pra minha mãe aos prantos e ela: “calma, vai dar tudo certo, compra outra passagem, fala com a tua amiga”. Pausa no choro. O que seriam de nós, filhos, sem nossas mães, certo? Fui na Tam. 400 reais uma nova passagem de ida, nossasinhora! Fui na Gol. Quanto? Mais de mil a passagem. Eu chorei, eu ri de nervoso, mas no fim voltei na Tam, comprei a passagem, fiz check-in, andei calmamente pelo Aeroporto de Guarulhos que, aliás, tá ficando bem lindão. Sentei, tirei fotos, conversei com a minha amiga. E embarquei. Segundo perrengue do dia: quase chegando ao aeroporto de Joinville começou a chover por lá e, pelo fato de a pista ser muito escorregadia durante chuvas, tivemos que aterrissar em Navegantes.

Eu sempre tento ter uma visão positiva de tudo na vida, então passei a encarar aqueles “perrengues” como momentos de aprendizagem. Onde a gente aprende a se autoconhecer também. A ter paciência com os imprevistos da vida. No fim, fiz amizade com um casal de São Jose do Rio Preto (SP) no avião e conversamos bastante. Chegando no Aeroporto de Navegantes ajudei uma senhora árabe que estava com sua filha, já que elas tentavam falar com os funcionários do aeroporto para saber onde estavam e nenhum deles sabia inglês. Fui lá, expliquei para ela o que estava acontecendo e descobri que ela morou mais de 20 anos em Londres e estava se mudando para Santa Catarina. Super educada e foi bem legal conversar com ela 🙂

Pegamos um ônibus disponibilizado pela Tam e seguimos para o Aeroporto de Joinville e minha amiga me encontrou no caminho. À noite pegamos um outro ônibus para São Francisco do Sul, onde os pais dela moram. Chegando lá o pai dela me contou sobre a história dele (ele faz esculturas em madeira e é muito conhecido lá), jantamos e dormimos.

Maaaaaaaaas, no dia seguinte acordamos bem cedo pra aproveitar ao máximo a cidade. E não é que fez sol? Tiramos muitas fotos *_* De manhã aproveitamos a praia…  DSC_0092DSC_0117

 

 Que lugar lindo gente! Aquele tipo de praia limpa, com pouca gente… De verdade, achei um lugar delícia. Não tem como não gostar. Eu queria ter feito stand up paddle, mas acabou não dando tempo 🙁

Depois almoçamos e fomos para o centro histórico, onde me apaixonei mais uma vez. A primeira foto desse post é em um trapiche no centro histórico. O lugar é tão lindo, que dá vontade de sentar e refletir sobre a vida a tarde inteira. Daquelas vistas que nos fazem suspirar… DSC_0215DSC_0205

Essa foto foi tirada em um mirante que tem lá. A vista é muito bonita e tem mesinhas até pra fazer picnic 🙂

DSC_0269

(Lindeza feita pela mamis)

DSC_0219

Saldo da viagem: conheci um lugar incrível de lindo, aprendi muito também. Com as coisas que deram errado, com as que deram certo. E carrego um pedacinho desse lugar no coração, pois ele me acolheu de braços abertos. <3

 

                                      Com todo amor, Li.

P.S.: A maioria das fotos foram clicadas por Silveira, B. D.

Postado por Lilian

Meu Jardim Interior • todos os direitos reservados © 2019 • powered by WordPress • Desenvolvido por