Arquivos ajuda — Meu Jardim Interior

O QUE É DOAÇÃO E AJUDA PARA VOCÊ?

02 • 10 • 2017

Olá, pessoal! Tudo bem? Intercalando com os posts de viagem, hoje meu objetivo é te fazer refletir. O que é doação e ajuda para você?

IMG_4008(Foquei no lugar errado, mas isso não tira a alegria de tirar uma foto com essa folha)

As meninas do negócio social Com Lola debateram essa ideia no Encontro de Fotografia Analógica que fizemos no comecinho do mês. O interessante é que eu não encontrei, naquele momento, a resposta para essa pergunta. Enquanto muitas pessoas já tinham uma resposta pra isso, em mim aquele debate serviu como reflexão e como faísca.

Daí que outro dia eu estava no ponto de ônibus, voltando da faculdade e refletindo sobre a vida, quando me veio aquele “plin!” de uma nova ideia chegando e nada mais nada menos era do que a resposta pra essa pergunta. O engraçado é que eu nem estava mais pensando nela, mas ela veio mesmo assim.

A intenção dessa reflexão é, na realidade, perceber como você enxerga ajudar e doação e a partir dessa descoberta, te fazer refletir se você não quer dar um novo significado a essa palavra e aplicá-lo de maneira diferente na sua vida. Vamos lá?

DOAÇÃO

A nossa sociedade tem cultivado muito a ideia de que doação está relacionado a doar coisas que não possuem mais utilidade para nós. Temos a tendência de separar para doação roupas que não nos servem ou que não tem mais a ver com nosso estilo e até aí, tudo bem. Eu realmente gosto dessa prática e a realizo sempre. E se formos pensar que doando nossas coisas para outras pessoas e recebendo também, temos uma necessidade menor de consumir novas coisas e assim, usar mais ainda dos recursos naturais que estão disponíveis para nós. ~afinal, esses recursos são limitados, né galera?

Só que no tópico da doação nós encontramos dois conflitos. O primeiro é que doação não tem que ser somente de coisas usadas. E nós precisamos dar um novo significado a essa palavra por causa disso. Pressupor que doação é só de coisa usada limita muito o que ela na realidade poder ser. Quer um exemplo? Minha mãe sempre que vai fazer compras no supermercado compra alguns itens para doar a um moço que passa aqui toda semana pedindo comida.

Esse exemplo não foi o suficiente? A minha afilhada estava precisando de roupas de frio, porém a mãe dela não estava em condições de comprar. Então eu comprei algumas peças e doei à ela. Não considero um presente pois presente a gente dá pra alegrar a outra pessoa, no caso, eu doei pois tinha como objetivo ajudá-la em sua necessidade.

O segundo conflito é que: doação não é só para quem é pobre E não é só para ajudar alguém. Comprei um vestido lindo na Khelf porém não consegui usar ele mais que duas vezes já que o fato de ele ser curto me incomodava. O que eu fiz? Doei para uma amiga que tinha tudo a ver com ele e já imaginei que seria uma boa pra ela ir em baladas. Ou seja: vamos ampliar a doação! É legal você doar para quem tem mais necessidade? É! E eu sempre deixo muita coisa separada para essas pessoas. Mas porque não ver se as coisas que você vai doar não tem algo a ver com uma amiga, prima, conhecida? Essa troca entre pessoas é muito rica e incentiva a diminuição do consumo.

O terceiro conflito diz respeito ao fato de que… não doe o que você não gostaria de receber. E isso não é sobre o estilo, mas sim sobre as condições do objeto que você está doando. Você gostaria de receber um brinquedo quebrado? Uma roupa furada ou manchada? Eu não. E daí surge aquele princípio de “não faça aos outros o que não gostaria que fizessem com você”. Acho que esse tópico dispensa palavras, né? Quando a roupa estiver desgastada joga no lixo ou usa de pano de chão. Se o brinquedo estiver quebrado, envie para o conserto. Tenhamos um pouco de bom senso…

Uma outra coisa que temos feito é incentivado a doação/ajudar não unicamente pelo bem que ela vai levar a outras pessoas, mas sim pela forma como você vai se sentir. Um bom exemplo? “Faça trabalho voluntário, você vai sair de lá se sentindo em paz e renovado”. E geralmente é a busca por esse sentimento que nos faz realizar trabalho voluntário e não o que realmente estaremos causando com ele.

Não, eu não estou te julgando. Acredite, eu também entendo doação e ajuda como essas coisas. A única diferença é que eu escolhi refletir sobre isso e mudar o significado disso na minha vida. E é aí que entra a resposta pra pergunta:

O que é ajudar para você?

E ajudar de maneira genuína é para mim, quando você se coloca no lugar do outro em toda e qualquer situação pela qual ele está passando e faz por ele o seu melhor. Mas como garantir que você está fazendo o seu melhor? Fazendo exatamente o que você gostaria que fizessem por você caso você estivesse na mesma situação.

Que a gente possa enxergar qualquer forma de transformar a vida de alguém 0,1% para melhor como ajuda. E que possamos formar uma corrente do bem de pessoas que se ajudam. É como dizem: sozinho eu vou mais rápido, porém com mais pessoas eu vou mais longe. As oportunidades para ajudar as pessoas estão aí, por toda a parte. Seja ensinando sua amiga que é ruim em matemática a resolver alguns exercícios; dando água e ração pra um gatinho que apareceu no seu quintal… A gente só precisa enxergá-las.

E se nós pararmos para pensar por um minuto: estamos fazendo pelos outros o que gostaríamos que fizessem por nós? Estamos dando nosso melhor?

E foi essa reflexão que me fez ressignificar a palavra ajuda no meu vocabulário. E também me fez sonhar com um mundo onde a gente realmente entregasse o nosso melhor e onde consequentemente recebêssemos o melhor das pessoas. Mas como dizem: pra melhorar o mundo precisamos começar por nós mesmos. Eu comecei a minha jornada e você?

Com amor, Li.

Postado por Lilian
Nas tags: /

Meu Jardim Interior • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por