ROUPAS QUE CONTAM HISTÓRIAS

ROUPAS QUE CONTAM HISTÓRIAS

07 • 07 • 2017

Era apenas mais um dia qualquer. E, em mais um dia qualquer, refleti sobre muita coisa. Essas minhas reflexões se tornaram, para mim, “reflexões de busão”. Porque é incrível: é só eu sentar no banco do ônibus, olhar para o caminho percorrido, que as reflexões pipocam na minha mente.

Nesse dia, não foi diferente. Eu estava pensando em vender um vestido que eu gosto muito no Enjoei, porém sou muito apegada à ele e por motivos reais. E enquanto o flash da minha história com esse vestido passava pela minha cabeça, percebi que as roupas carregam, em si, momentos das nossas vidas. De uma maneira sutil, mas real, trazem lembranças, sensações e sentimentos passados.

E é por isso que vou contar a história desse vestido pra vocês aqui. Ah! Só pra matar a curiosidade, esse é o tal do vestido:

roupas que carregam histórias

Há alguns anos atrás, eu já havia visto foto desse vestido na internet. A Bruna Vieira tinha um e eu achei a foto linda, mas nunca achei que fosse usá-lo. Até que, em um certo dia, passei na loja da Topshop no shopping JK, em São Paulo e o vi. Eu sabia que provavelmente ele custaria uma fortuna, mas fui vê-lo mesmo assim. Obviamente, só vi. Era tão lindo quanto era caro…

Então alguns meses se passaram. E voltei àquele shopping (naquela época eu ia em muita pré estreia de filme naquele cinema) e passei naquela loja. Era tipo uma parada obrigatória, mas eu nunca comprava nada. E o vestido? Ele ainda estava lá! Só que agora com 50% de desconto. E foi no momento que eu vi aquele vestido ali que eu decidi… Não tinha tido realmente festa de 15 anos, mas eu teria uma de 18. E eu usaria aquele vestido. 

HAHAHAHAHAHA agora me perguntem da onde eu tiraria dinheiro pra comprar? Já que mesmo com desconto, ele ainda era caro. Foi então que tive a brilhante ideia de contar da festa pra todo mundo da família e fui cara de pau mesmo. Pedi pra minha mãe pagar a decoração (basicamente coisas que ia comprar na 25) e ela topou. Pedi pro meu tio o vestido e, pressionado com a minha euforia, ele me deu o cartão de crédito dele pra eu comprar. E minha tia me deu o sapato que eu sonhava em usar naquele bendito dia.

Chegou então o dia de eu ir comprar o vestido. Lembro até hoje. Minha amiga Agatha foi comigo e… eu não podia conter minha felicidade dentro do provador da loja. Eu tava pirando! E foi incrível tê-la do meu lado pois ela realmente comemorou aquele momento comigo!

Então, um amigo meu na época se disponibilizou pra fazer um ensaio meu, como presente de aniversário. E fomos. Ai que dia divertido, gente. E o legal foi que uma dessas fotos foi a arte pro marcador de páginas que eu dei de lembrancinha 🙂

E finalmente chegou o grande dia. E tanta gente me ajudou. Foi como um aniversário colaborativo, hahahaha. Amigas da minha mãe fizeram meu cabelo e maquiagem, minha mãe, meu tio e tia vocês já sabem, minha amiga Dani me ajudou a escolher um karaokê legal (escolhi o Coconut, na Santa Cecília), minha amiga Gorette buscou flores no Ceasa pra eu usar na decoração, a irmã da minha tia me emprestou vasos de vidro e velas pra também usar na decoração, minha amiga Agatha fotografou a festa… Socorro! HAHAHAHA

Fiz algo que sempre quis fazer: trocar de roupa em uma festa. Eu estava com uma roupa normal, daí na hora de cantar parabéns fui colocar o vestido. E foi luz refletida pra todo lado, acreditem! HAHAHAHAHA E eu só consigo lembrar que entrei e meu amigo Leone, com sua voz maravilhosa, cantou Firework da Katy e eu queria ter um vídeo desse momento, pois só de lembrar já comecei a chorar (imagina então na hora…). Foram abraços e fotos e muitos cataventos na decoração. Foi um dia muito lindo e mais um momento na minha vida em que soube que:

Você tem um sonho? Não espera amanhã não, vai lá e realiza!

roupas que carregam histórias_1
Mais uma foto do ensaio

roupas que carregam histórias_2

Eu e a galera cantando motivados pelo Leone e sua voz sensacional

roupas que carregam histórias_3

As lembrancinhas. Fica a dica: barato e original.

roupas que carregam histórias_4

Fiz todo mundo na festa tirar foto com os cataventos. HAHAHAHAHA

E ao final dessa longa história é: as roupas marcam, sim, quem somos. Nunca mais usei esse vestido desde 2013. E quando olho pra ele vejo quem eu era ali. Era bem diferente de hoje, mas algumas coisas continuam as mesmas. Como a paixão por comemorar aniversários, amar brilho e tirar fotos… E se você tem alguma roupa que conta algo muito da sua história, compartilha comigo? #RoupasQueContamHistórias

Com amor, Li.

Postado por Lilian
Nas tags: / /


Deixe o seu comentário

Meu Jardim Interior • todos os direitos reservados © 2019 • powered by WordPress • Desenvolvido por