Meu Jardim Interior — Página 26 de 26 — Um mundo de experiências!

GUIA DOIS POR UM

01 • 06 • 2016

IMG_0965

Sempre agradeci muito à genética por eu ser uma pessoa magra. Porque se eu engordasse com tudo que eu como… já teria passado do XG. Amo comida saudável, amo fast food, amo comida. Então imagine minha reação quando, por meio do blog hey it’s mi descobri o Guia Dois Por Um.

IMG_0964

MAS O QUE É ISSO, MENINA? Simples! É um livrinho que estimula descobertas gastronômicas e culturais a dois. Em um restaurante, por exemplo, na compra de dois pratos principais você só paga o de maior valor. O de menor valor sai de graça. Exemplo: você vai no Paris 6 com seu namorado, seu prato deu 80 reais e o dele 70. Vocês só pagam o de 80.

º Só tem restaurante? Não! O livro possui 83 ofertas, a maioria é restaurante, mas também possui sorveterias, museu, cinemas, pubs e até spa.

º Quanto Custa? Você paga entre 75,00 a 80,00 reais e pode usar o Guia até dezembro/2016.

º Onde encontro? No site deles, além de livrarias, como a Cultura.

º Vale pro Brasil todo? Não. O Guia vale apenas para São Paulo. E entrando no site você consegue ver todas as ofertas, os locais em que ele é válido.

º Como eu faço então? Compra seu Guia, escolhe um lugar onde se aventurar e, na hora de pagar a conta, apresenta o Guia. Cada página dele é para uma das ofertas. Você vai na página do lugar que está visitando e destaca a pontinha destacável, entregando ela ao garçom para que ele valide seu desconto.

º Posso usá-lo quantas vezes no mesmo lugar? Somente uma vez em cada uma das ofertas.

IMG_0966

Esse foi o achado do ano, não consigo parar de indicar para os meus amigos e já descobri vários lugares legais com ele durante o ano. Vale muito a pena e eu estou apaixonada pelo projeto. Que dure para sempre, amém! hahaha

E vocês, o que acharam dessa dica? Já conheciam o Guia?

    Um abraço bem forte e até o próximo post. Com amor, Li.

 

Postado por Lilian

UMA ILHA EM SANTA CATARINA

01 • 06 • 2016

DSC_0268

Era uma vez uma ilha encantadora em Santa Catarina. O nome dela? São Francisco do Sul. Eu já ouvia falar muito bem da querida São Chico, pois uma amiga minha morava lá. Então, em março deste ano combinamos de eu viajar pra lá e passar o feriado da Sexta Feira Santa com ela.

Lá fui eu. Primeiro perrengue do dia: perdi, pela primeira vez na vida, um vôo. Liguei pra minha mãe aos prantos e ela: “calma, vai dar tudo certo, compra outra passagem, fala com a tua amiga”. Pausa no choro. O que seriam de nós, filhos, sem nossas mães, certo? Fui na Tam. 400 reais uma nova passagem de ida, nossasinhora! Fui na Gol. Quanto? Mais de mil a passagem. Eu chorei, eu ri de nervoso, mas no fim voltei na Tam, comprei a passagem, fiz check-in, andei calmamente pelo Aeroporto de Guarulhos que, aliás, tá ficando bem lindão. Sentei, tirei fotos, conversei com a minha amiga. E embarquei. Segundo perrengue do dia: quase chegando ao aeroporto de Joinville começou a chover por lá e, pelo fato de a pista ser muito escorregadia durante chuvas, tivemos que aterrissar em Navegantes.

Eu sempre tento ter uma visão positiva de tudo na vida, então passei a encarar aqueles “perrengues” como momentos de aprendizagem. Onde a gente aprende a se autoconhecer também. A ter paciência com os imprevistos da vida. No fim, fiz amizade com um casal de São Jose do Rio Preto (SP) no avião e conversamos bastante. Chegando no Aeroporto de Navegantes ajudei uma senhora árabe que estava com sua filha, já que elas tentavam falar com os funcionários do aeroporto para saber onde estavam e nenhum deles sabia inglês. Fui lá, expliquei para ela o que estava acontecendo e descobri que ela morou mais de 20 anos em Londres e estava se mudando para Santa Catarina. Super educada e foi bem legal conversar com ela 🙂

Pegamos um ônibus disponibilizado pela Tam e seguimos para o Aeroporto de Joinville e minha amiga me encontrou no caminho. À noite pegamos um outro ônibus para São Francisco do Sul, onde os pais dela moram. Chegando lá o pai dela me contou sobre a história dele (ele faz esculturas em madeira e é muito conhecido lá), jantamos e dormimos.

Maaaaaaaaas, no dia seguinte acordamos bem cedo pra aproveitar ao máximo a cidade. E não é que fez sol? Tiramos muitas fotos *_* De manhã aproveitamos a praia…  DSC_0092DSC_0117

 

 Que lugar lindo gente! Aquele tipo de praia limpa, com pouca gente… De verdade, achei um lugar delícia. Não tem como não gostar. Eu queria ter feito stand up paddle, mas acabou não dando tempo 🙁

Depois almoçamos e fomos para o centro histórico, onde me apaixonei mais uma vez. A primeira foto desse post é em um trapiche no centro histórico. O lugar é tão lindo, que dá vontade de sentar e refletir sobre a vida a tarde inteira. Daquelas vistas que nos fazem suspirar… DSC_0215DSC_0205

Essa foto foi tirada em um mirante que tem lá. A vista é muito bonita e tem mesinhas até pra fazer picnic 🙂

DSC_0269

(Lindeza feita pela mamis)

DSC_0219

Saldo da viagem: conheci um lugar incrível de lindo, aprendi muito também. Com as coisas que deram errado, com as que deram certo. E carrego um pedacinho desse lugar no coração, pois ele me acolheu de braços abertos. <3

 

                                      Com todo amor, Li.

P.S.: A maioria das fotos foram clicadas por Silveira, B. D.

Postado por Lilian

Meu Jardim Interior • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por