CRIATIVIDADE EMPÁTICA

CRIATIVIDADE EMPÁTICA

18 • 09 • 2016

img_3173

Escrito por Bia Lombardi e com ilustrações da Rê, o livro “Criatividade Empática” promete ajudá-lo a “lascar fogo no seu gênio criativo para que ele incendeie o mundo!”. E eu, interessada que estou no tema da criatividade, devorei-o do começo ao fim, separando as abordagens mais bacanas pra contar pra vocês. Partiu ser mais criativo? Vamos nessa!

1. ENFRENTE SEUS MEDOS E DÊ TCHAU PARA A ZONA DE CONFORTO

img_3179

A vida é cheia de obstáculos e dificuldades, sim. E simplesmente não dá para passarmos uma borracha no medo e apagarmos ele das nossas vidas. Isso porque o medo nada mais é do que um instinto de sobrevivência para que você fique alerta em situações de perigo. Porém, o medo passa a representar mais do que isso quando deixamos ele tomar as rédeas das nossas vidas em suas mãos. Respire fundo, crie coragem e saia da sua zona de conforto. Só assim você poderá sair em busca da realização dos seus sonhos e finalmente realizá-los. Garanto que com um pequeno planejamento dos seus próximos passos você vai chegar lá e depois disso, sua vida vai mudar para muito melhor!

2. PORQUE EMPATIA ESTÁ INTERLIGADO À CRIATIVIDADE

img_3177

Segundo a Bia: trabalho + paixão + atender uma necessidade do próximo = propósito criativo e empático de vida. Ou seja: se você trabalhar com o que você ama, tendo como objetivo ajudar as pessoas, é ali que sua vocação está. Quando passamos a fazer as coisas colocando o outro antes de nós mesmos, nossa chance de sucesso aumenta. Isso porque você para de olhar apenas para o lucro e passa a enxergar um projeto que realmente vai fazer a diferença. E projetos que fazem a diferença são os que realmente chamam a atenção, certo? 🙂

3. COMO ALCANÇAR A CRIATIVIDADE

img_3174

Para que as ideias comecem a pipocar na nossa mente, é necessário primeiro que deixemos as angustias do passado para trás e as ansiedades do futuro guardadas dentro da lata do lixo. Isso porque ambos servem apenas para causar nervosismo e tristeza. Feito isso, temos que focar no momento presente. E separarmos um momento da nossa vida em silêncio, sem celular, televisão, etc. Um momento que você fique em silêncio para que comece a escutar o que sua mente quer te falar. Pra mim as ideias surgem quando estou em ônibus, principalmente de viagem. Fico calma e as ideias e reflexões sobre a vida transbordam na minha mente. Uma dica da Bia é que você pratique a meditação. Uma que eu gostaria de testar é a mindfulness.

4. SEJA VOCÊ

img_3175

Acredite, não vale a pena se preocupar com o que as pessoas pensam de você. Isso porque cada pessoa pensa de uma maneira diferente, possui valores diferentes e enxergam de formas diferentes. Se você tentasse agradar todo mundo, provavelmente ficaria louco. Além disso, se todas as pessoas não tivessem medo de mostrar quem realmente são, a vida seria muito mais incrível. As relações seriam mais sinceras e durariam mais, as pessoas fariam o que realmente amam e teríamos acesso a criações incríveis, o mundo poderia ser muito melhor e as pessoas bem mais felizes.

Portanto, não tenha medo! Corra riscos, invista nos seus sonhos e objetivos mesmo que todas as outras pessoas achem loucura. Aprenda com cada um dos seus erros e não se feche para as novas oportunidades. Os erros e fracassos vão te ensinar coisas que você vai levar e vai utilizar durante toda a vida. Portanto, após um erro, tente de novo. O próximo passo pode mudar toda a sua vida. Melhor se arrepender de tentar ou de nunca ter tentado?

E lembre-se: você precisa primeiro acreditar em você para que depois as pessoas possam acreditar em você também.

5. FEITO É MELHOR DO QUE PERFEITO

img_3182

Sei que às vezes – muitas vezes! – temos manias perfeccionistas e queremos que as coisas aconteçam exatamente da forma como imaginamos em nossas mentes. Porém, querer deixar as coisas perfeitas pode nos frustrar. Isso porque é muito difícil encontrar a perfeição, quase impossível.  A perfeição é subjetiva: significa x pra você e y para outra pessoa. Depende do ponto de vista que cada pessoa tem. Outro ponto importante é que na maioria das vezes que tentamos deixar nossos projetos perfeitos, acabamos nos desanimando e desistindo daquilo. Sendo que esse projeto que você está desenvolvendo pode mudar a vida de outras pessoas. Pode revolucionar o mundo. Pode levar sorrisos a corações tristes. Pode mudar a sua própria vida de uma maneira que você nunca pensou.

Você só pode saber como será viver a vida dos seus sonhos se você tentar. Que tal deixar o perfeito de lado e andar de braços com o imperfeito?

Compartilhe algo que você quer colocar em prática e não coloca por medo ou por achar que não está bom o suficiente. E, se este texto é perfeito para alguém que você conhece… Compartilha nas redes sociais! <3

Com amor, Li.

PS: A Bia oferece oficinas de criatividade gratuitas. Que tal dar uma olhada? Incendeie seu gênio criativo 🙂

Postado por Lilian
Nas tags: /


Deixe o seu comentário

13 Respostas para "CRIATIVIDADE EMPÁTICA"

Vitória Bruscato - 19 setembro 2016 às 18:42

Que resenha maravilhosa! Super diferente das resenhas convencionais, porém super completa! Amei e fiquei super curiosa pra ler o livro que, claro, já entrou na minha wishlist! 🙂

Lilian Lilian - 20 setembro 2016 às 15:04

Que bom que você gostou, Vitória! 🙂 Esse livro é muito bacana mesmo! Tem um outro que também fala sobre criatividade e resenhei aqui, que é o “Roube como um artista”. Vale a pena ler ele também <3

Aline - 19 setembro 2016 às 23:23

Amei esse livro, e sua resenha está ótima, já coloquei na minha listinha para ler. Acho que livros assim são fundamentais para nós que trabalhamos com criatividade haha
E que ilustrações lindas! Estou encantada!
Ler a sua resenha me deixou ainda mais animada a colocar as minhas idéias em prática *-*
Beijos
http://blog-mundodalua.blogspot.com.br/

Lilian Lilian - 20 setembro 2016 às 15:03

Isso me deixa muito feliz mesmo, Aline! Sim… pra quem tem projetos próprios TEM QUE buscar a criatividade diariamente 🙂 Espero que leia e que coloque muitas ideias em prática. Sucesso!

Carol Ferreira - 20 setembro 2016 às 08:31

Onwn, eu amei esse post, foi uma das coisas mais bonitinhas e mais verdadeiras que já ouvi!

Lilian Lilian - 20 setembro 2016 às 15:02

Que bom que gostou <3

Beatriz - 21 setembro 2016 às 03:13

MEU DEUUS!! Primeira vez que entro no seu blog e to simplesmente apaixonada por ele <3 E sobre esse post, está incrível, amei o jeito diferente de fazer a resenha e fique curiosíssima pra ler esse livro.

Lilian Lilian - 23 setembro 2016 às 04:27

Bia, que sorrisão você colocou no meu rosto! Obrigada obrigada mesmo <3

Lilian Lilian - 29 setembro 2016 às 17:28

Que bom que gostou, Bia! <3 Se ler o livro me conta o que achou, combinado?

Gisele de Oliveira - 22 setembro 2016 às 00:46

Li!! Amei a resenha. E que livro lindo! Adorei.
A busca por inspiração e criatividade é fundamental e diária.
Vou ler esse livro com certeza! Valeu a dica! :*

Lilian Lilian - 23 setembro 2016 às 04:25

Me conta o que achou depois que ler, Gi! <3 (mil abraços e coisas boas pra você)

Samira Oliveira - 28 setembro 2016 às 21:18

Li, eu estou refletindo até agora sobre essa verdadeira parte:
“Para que as ideias comecem a pipocar na nossa mente, é necessário primeiro que deixemos as angustias do passado para trás e as ansiedades do futuro guardadas dentro da lata do lixo.”
Quantas vezes eu não deixei de fazer o que quero por medo do passado, por medo de fracassar novamente? Estou tentando escrever meu livro, há tempos, na verdade meu segundo livro. O primeiro não me agrada mais e eu queria reformá-lo (mas antes devo começar o segundo) mas sempre penso que talvez ele não seja agradável, talvez ninguém goste e ninguém queira ler. E principalmente, eu quero que seja perfeito, tanto é que eu já escrevi e reescrevi primeiro capítulo umas 7 vezes!
Gostei muito da sua resenha, ela me deu aquele empurãozinho(ão) heheh beijos linda
dezoitoemponto.com

Lilian Lilian - 29 setembro 2016 às 17:30

Samy, fico muito feliz que ela tenha te ajudado! Sobre essa mania de perfeccionismo é um ciclo vicioso, né? às vezes dá até a impressão de que nunca ficará pronto :/
Desejo de todo coração que você consiga terminar o livro! Aliás, que responsa escrever um livro, né? É um dos meus sonhos… quem sabe um dia! 🙂

Meu Jardim Interior • todos os direitos reservados © 2019 • powered by WordPress • Desenvolvido por